Não te deixes vencer pelo mal: Diga não ao Piloto Automático

Por que fazer o que é correto às vezes é tão difícil? Por que agir da maneira que agrada a Deus dá trabalho? Isso acontece porque o nosso coração, quando funciona “no automático”, é inclinado a fazer o que é mau. O nosso coração pecaminoso tende a escolher o pior, por mais que as consequências sejam amargas.

É difícil, por exemplo, encontrar uma criança que goste de estudar, mesmo que estudo seja algo bom. É difícil escolher a opção mais saudável de comida, ainda que você goste de algumas coisas saudáveis. É difícil ler, mesmo sabendo que ler é uma bênção.

Se viver no automático, quando você fica chateada com alguém vai acabar falando mal dessa pessoa; vai andar por aí e não vai reparar na beleza da natureza, nem agradecer a Deus pela criatividade dele.

Pense nas vezes em que você não queria ir a algum compromisso da igreja ou tomar um café na casa de alguém e depois que você foi, pensou: “ainda bem que eu fui, foi muito gostoso”! Foi gostoso, mas deu um certo trabalho para vencer a vontade de não ir, não é verdade?

Outro exemplo diz respeito uma frase que você já deve ter ouvido a frase, e, talvez, até já tenha dito: “estou em paz com meu coração”. Essa frase deveria nos assustar um tanto. Repare: muitas vezes essa frase vem de alguém que agiu ou reagiu mal e está com o coração endurecido. Normalmente envolve uma ação/reação ligada a conflitos de relacionamento, conflitos mal resolvidos. O fato é que a Bíblia diz que o coração é enganoso e desesperadamente corrupto (Jeremias 17.9). Assim, “estar em paz com o próprio coração”, geralmente, não é coisa boa.

Você percebe como é difícil controlar as atitudes que emanam do coração? Realmente isso não é nada fácil e requer atenção e a decisão de contrariar o nosso coração enganoso. Assim, se você viver no “piloto automático” viverá enganando e sendo enganado pelo seu próprio coração.

O pecado tem um alto poder de sedução e engano. Agimos ou reagimos de forma errada e nos enganamos dizendo que o resultado será bom. No entanto, o resultado de ações é reações pecaminosas será sempre devastador, trazendo sofrimento, doenças psíquicas, emocionais e até físicas! Lembremo-nos do texto: “Não se deixe vencer pelo mal, mas vença o mal com o bem” (Romanos 12.21).

Por causa do pecado em nós facilmente tendemos a reações que em nada agradam a Deus e consequentemente nos fazem pessoas amargas e infelizes. Uma vida de tristezas e sentimento de vazio muitas vezes é o resultado dos sentimentos e ações pecaminosos que permitimos que se alojem em nossa vida.

Se você viver no automático, quando o sentimento de ciúmes aparecer você responderá com brigas ou distanciamento; quando sentir inveja, tenderá a crítica; quando se sentir usado, tenderá ao egoísmo; sentindo-se injustiçado, terá autocomiseração; se ficar com raiva ou indignação, matará a pessoa em seu coração ou tenderá à vingança e assim por diante.

Em suma, se você não tomar cuidado as suas ações automáticas serão pecaminosas e isso tende a aumentar de intensidade e profundidade se não for tratado com o remédio da Palavra. É por isso que é tão necessário conhecer o próprio coração.

Um exemplo bíblico de como o coração no automático pode ser algo muito perigoso é o de Caim. Nesse exemplo, vemos a triste dinâmica de progressão de um coração endurecido. Caim se irrita porque Deus não se agradou dele e consequentemente não se agradou de sua oferta. É claro que o problema não estava em Deus e, sim, em Caim e seu coração endurecido:

“Então o Senhor lhe disse: — Por que você anda irritado? E por que essa cara fechada? Se fizer o que é certo, não é verdade que você será aceito? Mas, se não fizer o que é certo, eis que o pecado está à porta, à sua espera. O desejo dele será contra você, mas é necessário que você o domine.” Gênesis‬ ‭4:6-7‬ ‭‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬

Caim preferiu viver no automático e seguir o desejo do seu coração. Esse desejo como o texto deixa claro, por mais que pareça o contrário para quem o sente, era contra ele mesmo. Ao seguir o seu coração, a história teve um desfecho muito triste: O primeiro homicídio da história da humanidade, Caim matou seu próprio irmão!

Por mais que coloquemos a culpa no outro, os nossos pecados são sempre culpa nossa e podem se tornar muito mais graves se o coração não for tratado pela Palavra. Assim, em vez de deixar o seu coração no automático, obrigue-se a ter atitudes corretas na força do Espírito. Por exemplo:

Sentiu raiva? Ore pela pessoa.

Sentiu inveja? Elogie.

Sentiu ciúmes? Demonstre amor.

Sentiu-se injustiçado? Não haja com autocomiseração, tenha Cristo como exemplo.

Sentiu-se usado(a)? Ajude novamente.

A pessoa é chata? Seja legal com ela.

Sente-se superior? Humilhe-se e reconheça suas fraquezas!

Não se sente amado(a)? Reflita diariamente sobre o cuidado de Deus em sua vida, inclusive através de outras pessoas, e seja grato(a) a Deus e aos outros!

É egoísta? Abra mão de você mesmo e faça algo pelo próximo!

Acha que está sempre certo? Procure e reconheça verdade no discurso do outro!

É muito critico(a)? Use de misericórdia e faça algo bom!

Gosta de criticar o trabalho alheio? Fale menos e trabalhe mais, seja mais prático e menos teórico!

Está amargurado? Perdoe!

Acha que precisa viver mais para você? Abra mão de sua vida, tome a sua cruz e viva para a glória de Deus.

Lute contra aquilo que seria o caminho natural pecaminoso do seu coração. Aja da maneira correta mesmo que o seu sentimento não estiver para isso e Deus transformará seu coração e mudará os seus sentimentos. A atitude é sua responsabilidade, então haja de forma correta e confie em Deus quanto aos resultados!

“Digo, porém, a vocês que me ouvem: amem os seus inimigos, façam o bem aos que odeiam vocês. Abençoem aqueles que os amaldiçoam, orem pelos que maltratam vocês. Ao que lhe bate numa face, ofereça também a outra; e, ao que lhe tirar a capa, deixe que leve também a túnica. Dê a todo o que lhe pedir alguma coisa; e, se alguém levar o que é seu, não exija que seja devolvido. Façam aos outros o mesmo que vocês querem que eles façam a vocês. — Se vocês amam aqueles que os amam, que recompensa terão? Porque até os pecadores amam aqueles que os amam. Se fizerem o bem aos que lhes fazem o bem, que recompensa terão? Até os pecadores fazem isso. E, se emprestam àqueles de quem esperam receber, que recompensa terão? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para receberem outro tanto. Vocês, porém, amem os seus inimigos, façam o bem e emprestem, sem esperar nada em troca; vocês terão uma grande recompensa e serão filhos do Altíssimo. Pois ele é bondoso até para os ingratos e maus. Sejam misericordiosos, como também é misericordioso o Pai de vocês.” Lucas‬ ‭6.27-36‬ ‭ ‬‬‬‬‬‬

Categorias Sem categoria

2 comentários em “Não te deixes vencer pelo mal: Diga não ao Piloto Automático

  1. Suas palavras o melhor dizendo seus conselhos sao econselhoste preciosos
    Que Deus continue te inspirando.

    Curtir

    1. Amém, Cristina! Muito obrigada pelo apoio!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close